O diálogos de Kyle e Stan (estudo dirigido)


O texto a seguir foi retirado do livro "South Park e a Filosofia" e trada de temas relacionados à ética aristotélica. No final do texto questões de estudo e os dois episódios mencionados no texto disponíveis para download.



Parte do que faz South Park filosoficamente interessante é o contraste entre a estupidez má de Cartman e a virtude não-conformista e reflexiva de Kyle e Stan. Filósofos como Platão e Aristóteles (384-322 a.C.) notaram a a importância do quanto a reflexão crítica leva à harmonia ou ao equilíbrio e nos ajuda a evitar os extremos. [...] Seguindo os passos de Platão, Aristóteles propôs a ideia de que a virtude se preocupa em alcançar um equilíbrio ou acertar uma marca entre dois pontos de vista, ideias, crenças, emoções ou ações extremas. South Park trata de assuntos morais por meio de uma discussão e crítica da posições "morais" estabelecidas, sejam elas conservadoras ou progressistas, as quais parecem ser inadequadas. Kyle e Stan tem uma posição virtuosa, em parte ao negociar e ouvir esses pontos de vista antes de chegarem às suas próprias conclusões, por meio do questionamento e da razão. Frequentemente, sua conclusão reconhece que há alguma verdade em alguma posição, mas que sua perspectiva limitada ainda é perigosa. Por exemplo: é verdade que carros híbridos são mais responsáveis em âmbito ambiental, do que veículos utilitários que bebem gasolina. Entretanto, quando um pouco de superioridade moral forma uma nuvem no julgamento de uma pessoa, essa "nuvem orgulhosa" cria hostilidade e polui a sociedade de outras formas.

Como Stan e Kyle chegam às suas conclusões é mais significativo do que as próprias conclusões. Pense em como eles discutem se é errado matar o avô de Stan, que quer morrer. Eles assim como Sócrates, questionam as pessoas ao seu redor, procurando saber se as pessoas são tão sábias quanto acreditam ser. Seus pais, o sr. Garrison e Jesus não vão discutir ou tocar nesse assunto [...]. O que Kyle e Stan, por fim, percebem - com a ajuda do fantasma do tris avô de Stan - é que eles não devem matar o avô de Stan, pois a ação iria mudá-los e prejudicá-los. Como resultado, o avô de Stan está errado em lhes pedir que tomem essa ação cruel. Note que os meninos chegam a essa conclusão mediante a convivência, reconhecendo suas diferenças e participando do debate. Stan e Kyle - ao contrário Cartman - aprendem a ver as coisas pela perspectiva dos outros, por meio de suas constantes conversas.

Episódio: Alerta de Smug

Episódio: Morte

Senha para descompactar: osgriffins.blogspot.com.br

QUESTÕES

Com base na filosofia moral de Aristóteles, o texto acima e os episódios mencionados, respondam as questões abaixo.

1. Por que é possível afirmar que Stan e Kyle agem de maneira virtuosa?

2. É possível afirmar que tanto conservadores quanto progressistas não agem de maneira virtuosa no episódio "Alerta de Smug"? Justifique sua resposta.

3. Por que o autor do texto afirma que Satan e Kyle têm uma atitude socrática?
Compartilhe no Google+

0 comentários: